5 filósofos brasileiros que você precisa conhecer

30 Apr, 2020

filosofos.jpeg

Descartes, Nietzsche, Platão e Sócrates. É bem provável que você já tenha ouvido falar em pelo menos um desses nomes, pois são alguns dos grandes pensadores que o mundo já teve. Mas não somente por meio desses filósofos podemos refletir a vida nos tempos atuais.

Hoje, contamos com excelentes brasileiros em plena atividade, os quais podemos acompanhar através de sua produção de conteúdo publicados em livros, na internet, mídias sociais, rádios, podcasts e ainda pela televisão. Por isso, separamos 5 estudiosos tupiniquins que buscam difundir a filosofia no país. Veja abaixo.

Marilena Chauí (1941)

Ela já foi considerada, segundo a Revista Cult, a filósofa mais importante do Brasil. Essa paulistana, doutora pela Universidade de São Paulo (USP), possui uma grande e reconhecida obra sobre filosofia, com quase 30 livros, utilizados em todo o país. É especialista em história da filosofia moderna e filosofia política e já recebeu inúmeros prêmios e títulos, como dois Jabuti, por “Convite à Filosofia” (1995) e “A Nervura do Real” (2000). Professora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, foi premiada com títulos de doutora honoris causa (honraria concedida por universidades a pessoas que se destacam em sua área de atuação) por diversas universidades do Brasil e do mundo. “A lógica ideológica só pode manter-se pela ocultação de sua gênese, isto é, a divisão social das classes, pois sendo missão das ideologias dissimular a existência dessa divisão, uma ideologia que revelasse sua própria origem se autodestruiria” (Marilena Chauí).

Mario Sergio Cortella (1954)

Formado em filosofia, é mestre e doutor em educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), quando foi orientado por Paulo Freire. Paranaense, seus vídeos sobre trabalho, ética, entre outros temas, chegam a milhares de visualizações na internet. É professor titular na PUC-SP e faz palestras por todo o Brasil acerca de questões motivacionais, além de autor de diversos livros best-seller, como “Não nascemos prontos! Provocações filosóficas” (2006) e “Por que Fazemos o que Fazemos?” (2016). Um dos filósofos que mais utiliza a internet para divulgar seus trabalhos, seu pensamento engloba temas referentes ao cotidiano e sua relação com Ética e Educação. “O conhecimento serve para encantar as pessoas, não para humilhá-las” (Mario Sergio Cortella).

Luiz Felipe Pondé (1959)

Talvez você não saiba, mas esse pernambucano graduou-se primeiramente em medicina, na Universidade Federal da Bahia. Após descobrir que não era o que queria, foi para São Paulo cursar filosofia na USP, onde também fez doutorado. Já o título de pós-doutor recebeu da Universidade de Tel Aviv, em Israel. Um de seus livros mais conhecidos é o “Guia Politicamente Incorreto da Filosofia” (2012), o qual entrou para a lista dos mais comentados e vendidos na época. A ideia e a filosofia de Pondé se baseiam na valorização das tradições religiosas ocidentais e no combate ao pensamento politicamente correto nos meios universitários. É professor da Faap e PUC-SP, além de ter uma coluna na Folha de São Paulo sobre política e cotidiano. “Quando se deixa de acreditar em Deus, passa-se a acreditar em qualquer besteira… na natureza, na história, na ciência ou em si mesmo. Essa última eu acho, é a pior de todas. Coisa de gente cafona” (Luiz Felipe Pondé).

Leandro Karnal (1963)

Nascido no Rio Grande do Sul, este historiador e filósofo, é graduado em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (RS) e doutor em História Social pela USP. Possui pós-doutorado pela Universidade Nacional Autónoma do México (UNAM) e pelo Centro Nacional para a Pesquisa Científica (CNRS) de Paris. Um dos filósofos mais populares no Brasil também por sua atuação na internet, faz inúmeras palestras em todo o país, onde tenta descomplicar o pensamento filosófico. Desde 1996, é professor na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mantém uma coluna no Jornal O Estado de São Paulo. Também é autor de diversos livros best-seller, como “Diálogo de culturas” (1998), “Pecar e perdoar: Deus e o homem na história” (2014) e “Todos contra todos: O ódio nosso de cada dia” (2017). “Não existe karma, não existe destino, não existe sorte. Você ganhou esse dom da humanidade que é o livre arbítrio. Não insulte o mundo pensando que você está submetido a forças que lhe controlam” (Leandro Karnal).

Márcia Tiburi (1970)

Gaúcha, é mestre em filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e doutora pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Sua filosofia aborda temas sobre a indústria cultural, comunicação de massa e redes sociais. Com trabalhos acerca da filosofia contemporânea, é autora de mais de 20 livros de filosofia e ficção, entre eles, se destacam: “Como conversar com um fascista” (2015), “Filosofia prática” (2016) e “As Mulheres e a Filosofia” (2002). Após concorrer ao governo do Rio de Janeiro em 2018, Tiburi decidiu sair do país depois de sofrer ameaças. Ela vive em algum lugar do nordeste dos Estados Unidos desde dezembro do mesmo ano, onde foi convidada para uma residência literária (formato de incentivo à literatura, no qual o autor é convidado a morar por um tempo em uma determinada cidade ou país, para dedicar-se exclusivamente à sua obra). Ela prefere não revelar o local por razões de segurança. “Se levarmos em conta que falar qualquer coisa está muito fácil, que falamos em excesso e falamos coisas desnecessárias, um novo consumismo emerge entre nós, o consumismo da linguagem. O problema é que ele produz, como qualquer consumismo, muito lixo. E o problema de qualquer lixo é que ele não retorna à natureza como se nada tivesse acontecido. Ele altera profundamente nossas vidas em um sentido físico e mental. O que se come, o que se vê, o que se ouve, numa palavra, o que se introjeta, vira corpo, se torna existência” (Márcia Tiburi).

Gosta do assunto e tem interesse em saber mais? Não deixe essa vontade de lado, pois no Shapp você pode encontrar vários professores de filosofia e história ávidos por compartilhar conhecimento. Tenha um ótimo aprendizado!

Comentários

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!


Comentar